quinta-feira, 12 de abril de 2007

Redação/Tema: Cidadania e Participação Social

Vida íntima ou praça pública?
A falta de privacidade da vida pessoal tem sido um problema nos dias de hoje. As pessoas compartilham livremente os acontecimentos do dia-a-dia até mesmo com "estranhos", expondo sua vida particular de um modo não muito coerente.
Pode-se entender que esta grande necessidade de se abrir a qualquer um seja uma forma de aliviar o problema ou expressar a felicidade do momento. Cada vez mais procuramos alguém com quem possamos desabafar, compartilhar "nossa dores e nossos amores". Fazemos isso com a finalidade de encontrar a solução ou até mesmo só para ouvir mais uma opinião.
Ocorre o seguinte: ás vezes essas pessoas buscam caminhos que se tornam mais perigosos do que aparentam, se expõe a qualquer um sem receio e acabam que todos sabendo de sua vida particular, colocando-as em um papel constrangedor. Outro caso é quando o "fulano" não se importa com quem fala e o que fala, publicando seu íntimo através de programas de televisão, rádio... Talvez pense que seu problema será solucionado ou que, fazendo isto, ajudará outras pessoas que também estão passando pela mesma dificuldade. Esta pode ser uma verdade, mas na maioria dos casos, nada adianta. Sua vida é exposta a todos sem nehum resultado, podendo agravar a situação.
Para mais segurança, o melhor a fazer não é "sair gritando às praças" dizendo que está doente, ou sem emprego, ou que o casamento vai de mal a pior. Guardar tudo para si também não é bom, pois acaba se tornando uma pessoa insuportável, estressada e depressiva. A solução está sim em si abrir com alguém que você confie, que seja realmente seu companheiro, te ajudando a tomar decisões... Mas cuidado! Nem tudo o que parece é e muitos sentimentos são somente seus e de mais ninguém! Aprenda a se preservar; abra-se consigo mesmo!
Rafaela Félix
15/02/2007

9 comentários:

Juliana Cereta disse...

adorei teu texto...
Concordo com vc,hj em dia as pessoas estão esquecendo do que é e o que pode mudar a vida se expondo para a sociedade ou para um estranho....

Juliana Cereta disse...

adorei teu texto...
Concordo com vc,hj em dia as pessoas estão esquecendo do que é e o que pode mudar a vida se expondo para a sociedade ou para um estranho....

Anônimo disse...

sua redaçao ficou muito aberto sobre o tema gostei de mais.

Anônimo disse...

adorei seu texto as pessoas acham que suas vidas são um livro aberto pondo a si mesmo em risco

Anônimo disse...

quais foram seus argumentos fatos e opinioes..separadamente

KÁSSIA disse...

GOSTEI RAFAELA, MUITO BOM PARABÉNS.GOSTARIA DE TE DAR UM DICADE BLOG: http://cabinedeideias.blogspot.com/

É DO MEU NAMORADO E DO AMIGO DELE E MAIS UM VEZ PARABÉNS PELO TEXTO.

Anônimo disse...

Adorei e um texto dissertativo que expoe sua opiniao

blogger disse...

adorei pois esse é meu escolido para minha redção eu tenho 11 anos e meu professor se chama djvan e o meu é thaynara silva severiano eu moro en santana do acaraú-ce agradeço pela ajuda de vcs xau até...

José Carlos disse...

ACHEI Q FUGIU DO TEMA DA REDAÇÃO